» esqueci a senha

Ainda não possui login? Cadastre-se.

notícias e artigos


Quase 96% dos profissionais querem este benefício na empresa

publicada em 05/08/2020

A flexibilidade no trabalho ganhou força total durante a quarentena: o home office não afetou apenas o modo de trabalhar mas também a área de benefícios.

Segundo um levantamento da Sodexo Benefícios e Incentivos, 95,79% dos trabalhadores disseram que gostariam que sua empresa tivesse um cartão que fosse multibenefícios, garantindo maior autonomia para seu uso. A pesquisa foi feita entre junho e julho, com 7.768 pessoas de todo o país.

Na Michael Page, consultoria de recrutamento executivo especializado, o reflexo da pandemia na área de benefícios da empresa ficou claro em conversas com clientes: os especialistas observaram um forte movimento para adaptar o que era oferecido aos colaboradores.

Segundo os dados da Sodexo, os profissionais já têm favoritos como novos benefícios para o pós-pandemia, principalmente para aqueles que terão o home office incorporado em sua rotina daqui para a frente.

 

As cinco maiores demandas por benefícios foram:

24,79% – apoio à educação

24,41% – auxílio internet

16,99% – auxílio para energia elétrica

14,80% – apoio psicológico

13,76% – auxílio creche, babá e faxineira

 

Na Cabify, a conversa com os funcionários foi uma prioridade no período de quarentena. A primeira forma de contribuir para o seu conforto no trabalho remoto foi o envio de cadeiras, monitores, teclados e mouses para se adequarem ao home office. Cada um também poderia solicitar outros materiais de escritório que precisassem além desses.

A empresa também investiu nos novos benefícios apontados na pesquisa da Sodexo. Os colaboradores agora têm um auxílio home office de 50 reais por mês, aulas de ioga e mindfulness e um espaço para conversas sobre saúde mental com profissionais da área.

De olho nessas demandas, a rede Limpeza com Zelo, especializada em limpeza residencial, começou a oferecer planos para empresas que queiram acrescentar a faxina de casa como novo benefício. Segundo Renato Ticoulat, presidente da empresa, o empregador eliminaria o tempo gasto no home office para manter a casa organizada e higienizada.

A startup Flash Benefícios também embarca na onda de demandas urgentes durante a quarentena. Ela já é a primeira do Brasil em benefícios flexíveis num só meio de pagamento e agora traz a possibilidade de pagamento verificável pelos funcionários de boletos de energia e telecomunicações dentro da plataforma.

Para Fernando Cosenza, vice-presidente de marketing estratégico, inovação e digital na Sodexo Benefícios e Incentivos, a aprovação de 95,79% dos trabalhadores para o multibenefício é um sinal para os empregadores que precisam expandir sua visão do pacote de benefícios além do que manda a lei e das gratificações mais clássicas.

“A reforma trabalhista formalizou a possibilidade de as empresas darem o multibenefício, como auxílios de viagem ou farmácia. A questão mais importante, e que ainda falta esse passo, é a definição de como esses benefícios vão ser oferecidos para garantir um uso e finalidade específicas”, comenta ele.

E, com a clareza dessa necessidade, a Sodexo aproveitou para lançar uma carteira digital para administrar as novas regalias, o cartão Sodexo Multi. A ideia é facilitar que a oferta de auxílios tenham a finalidade desejada pelo empregador e não seja confundida com o salário.

 

Por Exame.com

« voltar
óbile ©